Última hora

Última hora

Assalto russo às bases militares ucranianas na Crimeia

Em leitura:

Assalto russo às bases militares ucranianas na Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

Base da Força Aérea ucraniana em Belbek, na Crimeia: Um APC, um veículo blindado de transporte militar – ao que tudo indica, russo – empurra o camião que bloqueia a entrada, consegue contornar o obstáculo e força os portões para tomar de assalto as instalações militares.

As forças armadas russas tinham dado um ultimato até este sábado para as tropas ucranianas abandonarem a base militar localizada nos arredores de Sebastopol.

O assalto prosseguiu com blindados e soldados armados. Pelo menos um ucraniano ficou ferido e o comandante ucraniano da base, coronel Iuli Mamchur, disse que iria ser levado para um local que desconhecia para discussões com as forças russas.

Impotentes face à superpotência que têm pela frente, os soldados ucranianos resignam-se, fazem as malas e abandonam a base, um processo que começou a ser preparado já na sexta-feira.

Este sábado de manhã, a bandeira ucraniana foi hasteada pela última vez na parada, um cenário que se repete um pouco por toda a Crimeia, onde a maioria das bases ucranianas já caiu em mãos russas.

Ainda este sábado, cerca de 200 homens desarmados, gritando “Rússia, Rússia”, invadiram a base de Novofedorivka. Os ucranianos barricaram-se no interior do edifício e lançaram gás lacrimogéneo contra os assaltantes.