Última hora

Última hora

Malasya Airlines: China tem novas imagens de satélite de objetos flutuantes

Em leitura:

Malasya Airlines: China tem novas imagens de satélite de objetos flutuantes

Tamanho do texto Aa Aa

O governo malaio anunciou que a China tem novas imagens de satélite de objetos flutuantes que podem estar relacionados com o avião da Malasya Airlines que desapareceu há duas semanas.

A notícia foi avançada pelo ministro dos Transportes da Malásia, Hishammuddin Hussein, já depois da conferência de imprensa deste sábado na qual referiu que apesar da intensificação das buscas nada de significativo havia a acrescentar ao que já é conhecido.

“Neste momento a transcrição dos diálogos entre o cockpit e a torre de controlo não pode ser difundida publicamente, mas posso confirmar que não indicam nada de anormal. Investigações preliminares do manifesto de carga não indicaram nada que possa ter contribuído para o desaparecimento do MH370”, referiu o ministro durante a conferência de imprensa.

Pelo terceiro dia consecutivo as autoridades australianas retomaram as operações de busca de dois objetos que poderão pertencer aos destroços do avião, no oceano Índico a cerca de 2.500 quilómetros a sudoeste de Perth.

A área foi expandida de 23.000 para 36.000 quilómetros quadrados.

“Sei que esta montanha russa tem sido incrivelmente dura para toda a gente e especialmente para os familiares. Esperamos e rezamos para o êxito destas buscas para que os familiares fiquem em paz”, disse ainda Hishammuddin Hussein.

Familiares dos passageiros chineses reunidos num hotel de Pequim mostraram o seu desagrado com a atitude das autoridades malaias, que acusam de não lhes dar assistência nem esclarecimentos do que se passa.