Última hora

Última hora

OSCE envia observadores para a Ucrânia

Em leitura:

OSCE envia observadores para a Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Após a Rússia ter retirado a sua objeção, a Organização para a Cooperação e Segurança na Europa (OSCE) anunciou o envio de uma missão de observação para a Ucrânia.

A resolução, aprovada pelos 57 Estados-membros da organização, não menciona especificamente o direito de acesso ao território da Crimeia.

Composta inicialmente por 100 elementos, a missão pode aumentar até aos 500 observadores.

“Estamos contentes por a Federação Russa ter finalmente chegado a acordo com a resolução para enviar observadores para a Ucrânia. Como foi dito pelo representante suíço os observadores deverão estar no terreno dentro de 24 horas, pelo que os primeiros deverão chegar ainda esta noite ou amanhã de manhã”, disse Daniel Baer, embaixador dos EUA junto da OSCE.

Depois de ao longo da última semana ter bloqueado uma decisão relativamente a esta missão, Andrei Kelin, o embaixador russo, afirmou:

“Partimos da assunção de que o mandato da missão é absolutamente claro e advém da realidade geopolítica existente. A partir de hoje a Crimeia faz parte da Federação Russa”.

Os observadores vão ficar sedeados na capital Kiev e deslocar-se-ão pela Ucrânia, visitando as cidades de Kherson e Odessa no sul, e Kharkiv e Donestsk no leste.

Recorde-se que no início deste mês, uma equipa de observadores da OSCE, foi parada na fronteira por homens armados e impedida de entrar em território da Crimeia.