Última hora

Última hora

Presidente do Uruguai quer troca de presos cubanos por presidiários de Guantánamo

Em leitura:

Presidente do Uruguai quer troca de presos cubanos por presidiários de Guantánamo

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente do Uruguai tinha anunciado, esta quinta-feira, que estava disponível para receber cinco prisioneiros de Guantánamo. No país várias vozes se levantaram contra, questionando, inclusivamente, a constitucionalidade desta decisão. José Mujica não voltou atrás na sua decisão mas colocou como contrapartida a libertação, por parte dos Estados Unidos, de dois ou três prisioneiros cubanos.

O Chefe de Estado, no poder desde 2010 esteve preso mais de 13 anos, no início da década de 70, e esta situação foi preponderante na decisão de aceitar o pedido dos americanos. O Presidente questiona o facto de 120 prisioneiros de Guantánamo estarem “detidos há 13 anos sem nunca terem sido ouvidos por um juiz”.

A acontecer, o Uruguai torna-se no primeiro país sul-americano a aceitar presidiários de Guantánamo, que abriga pessoas acusadas de terrorismo.