Última hora

Última hora

Surto de Ébola na Guiné-Conacri pode já ter alastrado à Serra Leoa

Em leitura:

Surto de Ébola na Guiné-Conacri pode já ter alastrado à Serra Leoa

Tamanho do texto Aa Aa

O extremamente mortífero vírus Ébola está na origem do surto de febre hemorrágica na Guiné-Conacri que, dependendo das fontes, matou entre 34 e 59 pessoas no último mês e meio.

Análises realizadas na cidade de Lyon, em França, confirmaram o “vírus Ébola como a causa deste surto”, informaram as autoridades médicas na capital guineense, Conacri.

Indiferente às fronteiras dos homens, o surto letal pode já ter alastrado à vizinha Serra Leoa.

O Ébola é um dos mais virulentos agentes patogénicos para os humanos e não se conhece uma cura ou vacina.

A taxa de mortalidade varia entre os 25% e 90%, conforme a estirpe.

A transmissão faz-se por contacto direto com sangue, fezes, suor ou cadáveres e também por via sexual.

Após um período de incubação entre dois e 21 dias, os infetados com o Ébola sofrem um brusco aumento da temperatura do corpo, fraqueza extrema, dores de cabeça e enxaquecas. Seguem-se vómitos, diarreia, erupções cutâneas, insuficiência renal e hepática, hemorragias internas e, em muitos casos, a morte.