Última hora

Última hora

Namorada de Pistorius tinha medo do atleta

Em leitura:

Namorada de Pistorius tinha medo do atleta

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento de Oscar Pistorius pelo homicídio da modelo Reeva Steenkamp revelou esta segunda-feira uma relação tumultuosa entre o atleta olímpico e a namorada.

Um especialista da polícia sul-africana deu a conhecer mensagens de texto trocadas entre os telemóveis de Pistorius e Steenkamp nas semanas antes da morte da modelo, a 14 de fevereiro de 2013.

Contrariamente ao que afirmava o atleta, que dizia que ambos não podiam ser mais felizes, os SMS divulgados mostram uma relação difícil. Steenkamp chegou a escrever que tinha medo das cenas de ciúmes e ataques de raiva do atleta.

As trocas de mensagens, também confirmam as afirmações de uma testemunha prévia, que dizia que Pistorius tinha disparado uma arma num restaurante de Joanesburgo em janeiro de 2013, passando a responsabilidade do incidente a um amigo.

Uma vizinha do atleta sul-africano veio confirmar anteriores testemunhos, que faziam referência a gritos de uma mulher na noite em que Pistorius alvejou mortalmente Steenkamp.

Os seus advogados defendem que os gritos eram do atleta, depois de descobrir que tinha morto a namorada. Pistorius sempre se declarou inocente, dizendo que alvejou a modelo por erro, acreditando tratar-se de um ladrão.