Última hora

Última hora

Perspetivas pouco positivas para a Economia russa

Em leitura:

Perspetivas pouco positivas para a Economia russa

Tamanho do texto Aa Aa

As perspetivas de crescimento da economia russa não são as mais positivas. A anexação da Crimeia, com as consecutivas e cada vez maiores sanções, aplicadas pela União Europeia e Estados Unidos, ainda que não sejam a razão do declínio, não ajudam Moscovo. A nova situação geopolítica pode leva à redução do fluxo de investimento e pode bloquear a construção do gasoduto South Stream que passa pelo Mar Negro.

Desde o início do ano que a bolsa de valores russa se ressente, com uma queda de 11,6 pontos percentuais. Também o rublo está cada vez mais desvalorizado face ao dólar e aumentou, consideravelmente, a fuga de capitais da Rússia.

O cenário cada vez mais provável é da Rússia entrar em recessão. Os próprios bancos, incluindo o banco estatal russo VTB, dizem que a nona maior economia do mundo vai encolher, pelo menos, dois trimestres.

“A situação é muito negativa para a nossa economia, porque ninguém sabe que outras sanções se podem seguir. Enquanto as sanções são isoladas a reação é moderadamente negativa. Isso é muito mau para o mercado de ações porque os investidores têm boa memória. Se eles saem, normalmente tendem a não voltar”, afirma Yaroslav Podsevatkin, da Aton.

Até aqui as sanções estavam focadas em indivíduos, com a proibição de vistos e congelamento de bens, mas podem vir a ser expandida para áreas específicas da economia.