Última hora

Última hora

Manifestação bielorrussa denuncia anexação da Crimeia

Em leitura:

Manifestação bielorrussa denuncia anexação da Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

A anexação da Crimeia por parte da Rússia dominou a manifestação anual da oposição bielorrussa em Minsk.

Muitos participantes no protesto – o maior na Bielorrússia desde 2011 -, disseram recear que o mesmo se passe no seu país e mostraram apoio à posição pró-europeia do poder interino na Ucrânia.

Uma manifestante, que exibe as cores da bandeira ucraniana, diz que “é extremamente importante que os bielorrussos percebam que ainda têm um longo caminho a percorrer para conseguirem alcançar aquilo que alcançaram os ucranianos. É um exemplo da luta pela independência e por um futuro melhor para as próximas gerações”.

A marcha no centro da capital bielorrussa, intitulada “Dia da Liberdade”, contou com mais de 1500 manifestantes.

Há três dias, o próprio presidente Alexander Lukashenko – considerado um ditador pelo Ocidente e próximo de Moscovo – disse que a anexação da Crimeia abre um “mau precedente”.