Última hora

Última hora

Oceano Índico: novas imagens de satélite encorajam buscas

Em leitura:

Oceano Índico: novas imagens de satélite encorajam buscas

Tamanho do texto Aa Aa

As buscas pelo avião da Malásia que desapareceu há 18 dias foram retomadas esta quarta-feira no sul do Oceano Índico.

Uma dúzia de aeronaves da Austrália, Estados Unidos, China, Japão e Coreia do Sul estão a vasculhar o mar cerca de 2.500 quilómetros a sudoeste de Perth.

Novas imagens recentes de satélite revelam a presença de 122 objetos nas áreas de pesquisa. As imagens captadas por um satélite Airbus Defence and Space mostrar essas dezenas de objetos flutuantes em uma área de 400 km2 de oceano, disse à imprensa o ministro dos Transportes, Hishammuddin Hussein.

O ministro dos Transportes malaio declarou: “A Austrália, China e França já lançaram imagens de satélite que mostram objetos que podem estar relacionados a MH 370. Nós nunca iremos desistir de tentar encontrar o avião. Para informar as famílias, e para estabelecer exatamente o que aconteceu com MH370” .

Ontem o mau tempo obrigou à suspensão da operação.

O primeiro-ministro da Malásia confirmou nesta semana que o voo MH370 operado pela Malaysia Airlines, que desapareceu enquanto voava de Kuala Lumpur para Pequim em 8 de março, havia caído no sul do Oceano Índico. Admitiu implicitamente que todas as 239 pessoas a bordo morreram.

Embora numerosos objetos flutuantes tenham sido vistos por imagens de satélite e aeronaves de reconhecimento na zona de busca, nenhum deles foi positivamente identificado como sendo do avião desaparecido.

As teorias em torno do misterioso desaparecimento vão desde sequestro a sabotagem, ou um possível suicídio de um dos pilotos, mas os investigadores não descartam igualmente a possibilidade de ter havido problemas técnicos.