Última hora

Última hora

Malásia não confirma origem dos destroços no Oceano Índico

Em leitura:

Malásia não confirma origem dos destroços no Oceano Índico

Tamanho do texto Aa Aa

Tempestades e ventos fortes levaram à suspensão das operações aéreas no Oceano Índico Sul, onde centenas de possíveis detritos das Boeing 777 Malaysia Airlines foram vistos pelos satélites

Este é o segundo dia de buscas interrompidas esta semana embora as manobras por mar continuem.

Um Satélite tailandês detetou cerca de 300 objetos flutuantes , cujo tamanho varia entre 2 e 15 metros , 2.700 quilómetros ao largo de Perth , a maior cidade na costa da Austrália Ocidental.

Apesar da esperança as autoridades malaias não podem ainda confirmar se esses objetos pertencem o Boeing 777 que desapareceu no dia 08 de março , com 239 pessoas a bordo, ma linha Kuala Lumpur – Pequim.

Boeing desviou-se do seu plano de vôo pouco depois de descolar de Kuala Lumpur e continuou a viajar milhares de quilómetros para o sul, antes de desaparecer.