Última hora

Em leitura:

Turquia: Bloqueado o acesso ao YouTube


Turquia

Turquia: Bloqueado o acesso ao YouTube

O governo turco bloqueou esta quinta-feira o acesso ao “site” YouTube.

A decisão do governo de Ancara segue-se à divulgação naquela rede social do registo de uma conversa entre quatro altos responsáveis, incluindo o ministro dos Negócios Estrangeiros e o chefe dos serviços de informação, sobre uma eventual operação militar na Síria.

“Houve uma reunião no Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre a segurança nacional, sobre o túmulo de Suleyman Shah na Síria e até isso foi parar ao YouTube. Isso é uma vilania, uma desonestidade”, afirmou o Primeiro-Ministro turco Tayyip Erdogan.

Este discurso foi proferido durante um comício para as eleições municipais do próximo domingo, consideradas cruciais para Erdogan.

“Isto preocupa-me e fico à defesa com o que está a acontecer. A grande questão é o que acontecerá se este governo ganhar as eleições”, disse um habitante de Istambul.

“É uma decisão política. Não querem saber o que pensam as pessoas. É autoritarismo”, sublinhou outra residente daquela cidade.

A decisão governamental surge uma semana depois de ter sido aplicada a mesma receita à rede social Twitter.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Obama visita Coliseu de Roma depois de encontrar Papa e Renzi