Última hora

Última hora

Brasil 2014: Árbitros adaptam-se aos novos tempos

Em leitura:

Brasil 2014: Árbitros adaptam-se aos novos tempos

Tamanho do texto Aa Aa

Faltam pouco mais de dois meses para o pontapé de saída do Campeonato do Mundo e não são só os futebolistas que trabalham afincadamente para fazer boa figura nos relvados brasileiros.

A elite da arbitragem europeia esteve reunida em Zurique e entre as sessões de treino, os homens do apito ainda aproveitaram para se colocar a par das inovações que receberam luz verde da FIFA para o mundial.

A tecnologia de linha de baliza não será a única novidade. Pela primeira vez será utilizado um spray para marcar no relvado a distância a que deve ser colocada a barreira. Quem ultrapassar, será punido. A marca desaparece passado alguns segundos.

Apesar das inovações, o discurso dos árbitros tem-se mantido inalterado nos últimos anos. Para Howard Webb, a prioridade passa por proteger os futebolistas mais talentosos, uma vez que são eles que atraem espetadores.

O árbitro da última final deu o exemplo com 14 amarelos e um vermelho… mas deixou passar em claro uma agressão de Nigel de Jong a Xabi Alonso.