Última hora

Última hora

Musical inspirado no X Factor estreia em Londres

Em leitura:

Musical inspirado no X Factor estreia em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

“I Can’t Sing” – um dos espetáculos mais ansiosamente esperados do cartaz londrino deste ano, teve a sua estreia no London’s Palladium Theatre.

Esta comédia musical inspira-se no show televisivo The X Factor. É a história da paixão entre dois promissores candidatos da competição musical britânica.

Escrita por Harry Hill, com música e letras de Steve Brown, “I can’t sing!” é coproduzido por Simon Cowell, o produtor do show televisivo.

Segundo o realizador Sean Foley, Cowell preferiu desta vez manter alguma distância:
“Ele foi incrivelmente contido. Preferiu não influenciar demasiado. Desde o início, foi muito esperto e e disse: ‘Gostaria de fazer como você quiserem, doutro modo, vai parecer que há um chefe de marionetas e vocês vão fazer figuras de idiotas, a fazer o que o Simon diz.’ E assim fez. Até ao fim, manteve-se fiel ao que tinha dito”

Questionado sobre o segredo para o sucesso de um show musical, Andrew Lloyd Webber evoca o famoso dueto de autores de musicais da Broadway, Rodgers and Hammerstein:
“Há uma frase muito boa de Rodgers and Hammerstein: ‘Os doidos argumentam, os sensatos nunca tentam fazê-lo’ A resposta é que não tenho nenhuma pista…”

O espetáculo foi acolhido com reações muito positivas depois da estreia.

Louis Walsh, júri no X factor, não poupou elogios ao espetáculo: “Achei fantástico. Vou voltar várias vezes. É divertido, brilhante …e tem a marca do X Factor.”

O ator Christopher Biggins salientou o sentido de humor: “Achei tão divertido. Não parámos de rir. Tem canções maravilhosas. É um grande espetáculo de variedades”.

Este musical foi escrito em parte pelo cómico britânico Harry Hill, que manifestou a sua satisfação pela calorosa aclamação do público:
“Estou emocionado. Não há melhor. O elenco é fantástico, o som também. E a reação do público foi igualmente brilhante.”

A abertura desta produção musical, que custou mais de sete milhões de euros, surge num momento tumultuoso para as produções musicais londrinas.

“Viva Forever”, o musical baseado nas canções das Spice Girls, encerrou seis meses depois, em consequência da fraca bilheteira e rejeitada pela crítica.

O musical “Stephen Ward” de Lord Andrew Lloyd-Webber foi cancelado também, três meses depois da estreia.

O musical “I Can’t Sing! The X Factor Musical” parodia concorrentes do show televisivo que foram apurados por causa das suas histórias emicionais pessoais e não tanto pelos talentos musicais, pode agora ser visto no London’s Palladium Theatre.