Última hora

Última hora

Voo MH370: "Nova pista credível"

Em leitura:

Voo MH370: "Nova pista credível"

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de analisada “uma nova pista credível” as buscas de destroços do avião da Malaysia Airlines desaparecido desde 8 de março foram relocalizadas para uma zona 1.100 quilómetros a nordeste do local onde estavam a ser realizadas.

Com base na cidade australiana de Perth, as buscas, envolvendo meios aéreos e navais, têm sofrido contratempos quer pela vasta área a investigar, quer pela ausência de informação direta dos localizadores do avião.

“A nova informação é baseada numa análise contínua dos dados de radar das movimentações da aeronave entre o Mar do Sul da China e o Estreito de Malaca antes do contacto de radar ter sido perdido.
Esta análise indica que o avião voava mais rápido do que inicialmente foi estimado, resultando num maior consumo de combustível e encurtando a possível viagem para sul, para o Oceano Índico”, disse Martin Dolan, do Gabinete para a Segurança dos Transportes Australiano.

Com 239 pessoas a bordo o Boeing 777 da Malaysia Airlines descolou de Kuala Lumpur, na Malásia, a 8 de março rumo a Pequim, mas desapareceu dos radares pouco tempo depois.