Última hora

Última hora

Passagem de Rafah aberta por três dias

Em leitura:

Passagem de Rafah aberta por três dias

Tamanho do texto Aa Aa

A passagem de Rafah, única comunicação entre o Egito e a Faixa de Gaza, foi aberta depois de quase sete semanas de encerramento, mas apenas durante um período limitado de três dias.

O Hamas, no poder em Gaza, anunciou que o Egito tinha aberto a fronteira, durante este período, apenas para casos excecionais, como o de pessoas a necessitar de tratamento médico no Egito, estudantes ou casos considerados humanitários.

“Estou à espera de passar desde o dia 9 de fevereiro. Preciso de tratamento, vou ao Egito para pôr uma prótese”, diz um homem à espera de passar a fronteira.

A Faixa de Gaza tem três passagens, uma com o Egito e duas com Israel, que estão cortadas desde que o Hamas se instalou no poder.

As relações entre Gaza e o Egito deterioraram-se desde o afastamento, no verão do ano passado, do presidente Mohamed Morsi, da Irmandade Muçulmana.

O comissário-geral da Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos, Filippo Grandi, esteve em Gaza fez um apelo para que o Egito abra a passagem de Rafah e também para que Israel permita a entrada de materiais de construção no enclave palestiniano.