Última hora

Última hora

Turquia: Eleições autárquicas em clima de alta tensão política

Em leitura:

Turquia: Eleições autárquicas em clima de alta tensão política

Tamanho do texto Aa Aa

Os turcos são hoje chamados às urnas para um escrutínio municipal em clima político de alta tensão.

Com as presidenciais agendadas para agosto e as legislativas em 2015, estas autárquicas são um teste eleitoral para o Primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, alvo de contestação sem precedentes.

As purgas na polícia e na justiça, as novas leis consideradas um atentado às liberdades e o bloqueio do Twitter e do YouTube, radicalizaram como nunca o debate político no país.

“Estou preocupada com o futuro. As mulheres conservadoras, e as que não são, olham-se com hostilidade. Sentimos isso nas ruas. Infelizmente, quem provocou isso foi o senhor Erdogan. Dantes não tínhamos esses problemas, mas agora estamos muito preocupados e tememos pelo futuro”, disse uma simpatizante da oposição que assistia ao último comício da campanha eleitoral.

As sondagens preveem um recuo do AKP, o partido de Erdogan, que nas legislativas de 2011 garantiu 50% dos votos. Longe do colapso ambicionado pelos seus adversários, foram-lhe atribuídas entre 35% e 45% das intenções de voto.