Última hora

Última hora

Voo MH370: Equipas de buscas avistam centenas de objetos no Oceano Índico

Em leitura:

Voo MH370: Equipas de buscas avistam centenas de objetos no Oceano Índico

Tamanho do texto Aa Aa

No Oceano Índico foram retomadas, esta sexta-feira, as buscas ao Boeing 777 da Malaysian Airlines, agora numa zona mais próxima da costa australiana, após novos cálculos da trajetória do aparelho.

Equipas da Nova Zelândia detetaram mais objetos a flutuar e a esperança de que pertençam ao avião renascem.

“Sim, parece que estamos a chegar a uma área de interesse. Obviamente ainda não sabemos se estes objetos pertencem ao aparelho, mas estamos a encontrar cada vez mais coisas a fluturar, por isso, podemos ter aqui alguma coisa”, revela o tenente da força aérea neozelandesa.

As buscas centram-se agora numa área cerca de 1100 quilómetros a nordeste da que estava a ser explorada e mais próximo da costa australiana.

Jim Morris, um antigo piloto de boeings, considera que “o facto de se procurar agora mais a norte pode ajudar bastante, porque a distância em relação à Áustrália é menor, o que permite ter mais combustível para sobrevoar a zona e, por outro lado”, afirma, “as condições meteorológicas nesta zona são melhores”.

As autoridades australianas falam da pista mais credível desde que se perdeu o rasto ao voo MH370 e confirmam que cinco dos aviões envolvidos nas buscas avistaram objetos a flutuar.

Espera-se agora que este sábado os navios comecem a chegar à área identificada para começarem a recolher e a analisar os objetos.