Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Violência marca eleições na Turquia
close share panel

Share this article

Twitter Facebook
| Partilhe este artigo
|

As primeiras horas da votação na Turquia foram marcadas por violência. Em dois incidentes separados, nas províncias de Hilvan, no sudeste, e de Hatay, no sul, oito pessoas morreram. São incidentes que se repetem nas pequenas localidades da Turquia, sempre que há eleições locais.

A Turquia vota numas eleições cruciais para o futuro político do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdoğan.

Um resultado desfavorável, sobretudo nas duas principais cidades do país, Istambul e Ancara, pode fazer Erdoğan rever a decisão de se candidatar à presidência. Na hora de votar, deixou um recado à oposição: “Nos comícios, tem havido declarações e discursos infelizes. Mas quem vai ter a última palavra é o público, que se expressa nas eleições”.

Kemal Kılıçdaroğlu, líder do Partido Republicano do Povo, principal força da oposição, espera fazer destas autárquicas um ato de censura às políticas de Erdoğan, ao fim de dez meses de protestos e escãndalos.

A violência foi uma constante durante todo o período de campanha eleitoral, com vários episódios. Constante foi também a troca de acusações, com escândalos de corrupção a afetarem a imagem de Erdoğan e vários altos responsáveis do AKP.

As recentes decisões polémicas de bloquear duas das maias populares plataformas da Internet, o Twitter e o Youtube, depois de fugas de informação, podem também pesar contra o partido no poder. Erdoğan termina no próximo ano o terceiro mandato como primeiro-ministro e não esconde as ambições presidenciais.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre
| Partilhe este artigo
|