Última hora

Última hora

As feras de Rembrandt Bugatti em Berlim

Em leitura:

As feras de Rembrandt Bugatti em Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

Rembrandt Bugatti era um mestre na arte de esculpir animais, incluindo espécies exóticas africanas apesar de nunca ter visitado o continente negro.

As obras do artista italiano encontram-se expostas em Berlim, na Alte Nationalgalerie.

Bugatti era irmão do famoso designer automóvel. Morreu jovem, aos 32 anos, mas deixou uma vasta obra.

Bugatti era um grande artista. Ele não retratou os animais enquanto heróis ou a lutar como se fossem símbolos da classe alta. Ele centrou-se num mundo à parte num jardim zoológico, um lugar onde se sentia protegido, rodeado de formas, cores e movimentos. Fê-lo com grande seriedade o que faz dele um artista especial”, disse Philipp Demandt, diretor da Alte Nationalgalerie.

Bugatti nasceu em Milão em 1884 no seio de uma família aristocrata. O pai era decorador e arquiteto.

Apesar de não ter frequentado uma escola de Belas Artes, Bugatti aprendeu a esculpir sozinho e fez a primeira exposição individual aos 16 anos.

“Ele punha uma maçã do outro lado da cerca para que o elefante tivesse de movimentar-se para apanhá-la. Desse modo, ele conseguia observar bem os animais e construir as esculturas”, disse Anke Daemgen, curadora da mostra.

A exposição pode ser visitada em Berlim, na Alte Nationalgalerie até 27 de julho.