Última hora

Última hora

França: eleitores castigam socialistas

Em leitura:

França: eleitores castigam socialistas

Tamanho do texto Aa Aa

Eleitores franceses desferem um duro golpe ao governo socialista nas eleições municipais de domingo.

Seis municípios de mais de 100 mil habitantes passaram para as mãos da direita. O presidente da UMP, Jean-François Copé, congratula-se.

“Quero ver como o presidente (François) Hollande vai reagir a esta mensagem das urnas e quero saber como ele vai mudar esta política catastrófica.”

Líderes socialistas admitiram a derrota na conferência de imprensa. A votação foi vista como um referendo sobre a impopularidade do presidente François Hollande.

“Esta votação é uma derrota para o governo e o para amaioria “, disse o primeiro-ministro Jean -Marc Ayrault .

Espera-se uma remodelação do gabinete num esforço para dar ao governo um impulso. Não ficou claro quando um novo governo pode ser anunciado , ou se Ayrault iria manter o seu trabalho.

Frente Nacional de Marine Le Pen afundar raízes locais em toda a França , tendo em vista a eleição presidencial 2017 e eleições parlamentares europeias de Maio .

Marine Le Pen, presidente da Frente Nacional declarou: “A França não está bem e essa alternância entre a UMP (partido de direita) e PS (Partido Socialista) não muda nada.”

Os socialistas conseguiram conservar Paris, Lille, Estrasburgo e Dijon. A mais importante foi a vitória da atual vice-presidente da cãmara de Paris, Anne Hidalgo, que conquistou o assento.