Última hora

Última hora

Hungria: esquerda mobiliza-se para as eleições

Em leitura:

Hungria: esquerda mobiliza-se para as eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de pessoas participaram na manifestação dos partidos de esquerda em Budapeste, a apenas uma semana das eleições legislativas.

O maior partido de esquerda, o MSZP e aliou-se a pequenas formações para tentar vencer a 6 de abril.

Os líderes da oposição acusam o atual primeio ministro, Viktor Orbán de representar um perigo para a democracia húngara.

“Este governo , Viktor Orbán quer um novo sistema de partido único e não vamos deixá-lo fazer isso, porque acreditamos na República da Hungria , na democracia , no estado constitucional e numa Hungria Europeia.

O candidato da oposição a primeiro ministro promete a criação de postos de trabalho ,o cancelamento das propinas nas universidades e o aumento das pensões.

“Cada vez há mais as estatísticas a mostrarem que mais milhões de pessoas vivem abaixo da linha da pobreza e eu acho que nós temos que mudar isso. “

“ Os últimos 4 anos arruinou a vida de toda a minha família, eles (o governo) liquidou a democracia”

A repórter da Euronews comenta: “ Dezenas de milhares de pessoas vieram para o comício da ala esquerda, mas foram menos do que sábado no comício pró- governo. Na Hungria , tradicionalmente, a direita é melhor a mobilizar as pessoas , por isso ainda não é certo que os votos em 6 de Abril possam indicar um caminho de mudança. A divisão entre esquerda e direita pode ser ainda maior.”