Última hora

Última hora

Vitória em Paris disfarça derrota socialista

Em leitura:

Vitória em Paris disfarça derrota socialista

Tamanho do texto Aa Aa

Era a favorita nas sondagens e, à segunda volta, confirmou ser a preferida dos parisienses.

Anne Hidalgo, uma mulher de origem espanhola, socialista, de 54 anos, é a nova presidente da Câmara Municipal de Paris.

Já tinha sido o braço direito de Bertrand Delanoe, quando ele chefiou o município.

Anne Hidalgo venceu as eleições deste domingo, disfarçando a estrondosa derrota do Partido Socialista, no compto geral. Uma derrota pré-anunciada, na primeira volta.

Por isso, a festa foi contida

Nunca uma mulher tinha chegado à presidência do mais importante município francês.

“Sou a primeira mulher a ser Presidente da Câmara de Paris. Estou ciente do desafio que isso representa. Serei a presidente desta cidade que nunca engana, nem com a sua gana, nem com os seus ideais, nem com a sua honra. Serei a presidente de todos os parisienses, homens e mulheres, sem exceção”, disse, depois da vitória

Passou por vários gabinetes ministeriais.

Filiou-se no Partido Socialista em 1994, mas, nesse tempo, já era assessora, no Ministério do Trabalho.

No Partido Socialista travou várias lutas. Trabalhou com a lider, Martine Aubry, mas a relação entre elas terminou em conflito, até agora, insanável.

Para trás, deixou a candidata da direita, Nathalie Kosciusko-Morizet.

Anne Hidalgo nasceu no Sul de Espanha, em S. Fernando. Com dois anos, emigrou para Lyon. Na adolescência, mudou-se para Paris, onde fez a sua formação universitária, em Direito.

Tem dois casamentos e três filhos.

Uma mulher indomável que nunca desiste dos seus propósitos – é este o traço de carácter que lhe é mais frequentemente apontado.