Última hora

Última hora

Frota chinesa e navio com detetor de "caixas negras" juntam-se a busca por avião desaparecido

Em leitura:

Frota chinesa e navio com detetor de "caixas negras" juntam-se a busca por avião desaparecido

Tamanho do texto Aa Aa

A Décima Sétima frota naval chinesa juntou-se esta terça-feira aos esforços multinacionais para encontrar o avião da Malaysia Airlines desaparecido no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo.

Um navio australiano com equipamento especializado para detetar “caixas negras” também partiu em direção à área do Oceano Índico onde se acredita que o avião terá caído.

O diretor do departamento de aviação civil da Malásia disse hoje que “foram mobilizadas novas ferramentas para tentar descobrir o que aconteceu. Os métodos utilizados para analizar os dados de satélite, por exemplo, nunca tinham sido usados”.

Mais de três semanas depois do desaparecimento do voo MH370, as autoridades malaias enfrentam fortes críticas pela forma como geriram as buscas e por não divulgarem todas as informações, sobretudo por parte da China, país de origem da maioria dos passageiros.