Última hora

Última hora

Ucrânia: ativistas feridos regressam a Maidan depois de terem sido tratados na Polónia

Em leitura:

Ucrânia: ativistas feridos regressam a Maidan depois de terem sido tratados na Polónia

Tamanho do texto Aa Aa

Dois ativistas feridos durante os sangrentos confrontos de Maidan, regressaram, esta segunda-feira, à Ucrânia.

Leonild Nadizhko foi atingido por balas e fragmentos de granada e recebeu tratamento na Polónia, tal como Vadym Lapko, que recebeu uma bala na clavícula.

Maidan foi o primeiro local que Vadym quis visitar: “Hoje está sol e isso dá vontade de viver e de sentir a alegria de estar vivo. Mas aquele dia foi tão deprimente… Está a ver estas árvores? Foi aqui que dispararam sobre nós. Exatamente onde estão a as velas.”

Tal como Leonild e Vadym, cerca de 200 ativistas, feridos durante o banho de sangue de 19 e 20 de fevereiro, receberam tratamento médico no estrangeiro. Quinze países receberam-nos, através de programas governamentais ou caritativos.