Última hora

Última hora

Afeganistão: Ataque suicida junto ao Ministério do Interior

Em leitura:

Afeganistão: Ataque suicida junto ao Ministério do Interior

Tamanho do texto Aa Aa

A três dias da eleição presidencial, o coração da cidade de Cabul, no Afeganistão, voltou a ser palco de um ataque terrorista.

Um bombista suicida fez-se explodir junto ao edifício do ministério do Interior. Pelo menos seis polícias e o bombista perderam a vida.

O terror continua a flagelar o país, 13 anos após o inicio da guerra contra os talibãs.

Entre a fúria e a angústia, uma mulher questiona:
“Pelo que percebi, os terroristas estão sempre à frente. O que é que podemos fazer? Vamos ficar à espera sem fazer nada? Temos que ajudar-nos uns aos outros para impedir os inimigos. São os nossos irmãos e irmãs que estão a morrer. Isto é muito triste”

O ataque ocorre no último dia da campanha eleitoral. Os talibãs tinham prometido tudo fazer para impedir a eleição presidencial.

O nosso enviado Mustafa Bag está em Cabul:
“Esta é a estrada que dá acesso ao Ministério do Interior do Afeganistão. Normalmente os civis e as viaturas civis não são autorizados a passar. Mas hoje, cerca do meio dia, um bombista suicida conseguiu entrar pela porta principal, aproximar-se do edifício e fazer-se explodir. Este ato vem lembrar, uma vez mais, que em tempo de eleição presidencial, outros serviços importantes correm riscos”.