Última hora

Última hora

Grécia: Aurora Dourada revela vídeo que leva à demissão de membro do governo

Em leitura:

Grécia: Aurora Dourada revela vídeo que leva à demissão de membro do governo

Tamanho do texto Aa Aa

Na Grécia, o chefe de gabinete do primeiro-ministro, Antonis Samaras, Panayotis Baltakos, apresentou esta quarta-feira a demissão, sob suspeita de conluio com a extrema-direita do partido Aurora Dourada.

Um dos deputados do Aurora Dourada apresentou no parlamento um vídeo onde, alegadamente, Panayotis Baltakos lhe confirma que não há provas suficientes para condenar os membros do partido detidos em setembro de 2013.

“Isto é a confissão de um dos mais importantes membros do governo de que o Aurora Dourada está a ser perseguido pela justiça, porque ao roubar eleitorado a Samaras está a fazer a extrema-esquerda subir nas sondagens”, afirmou o autor do vídeo, Ilias Kasidiaris.

O governo tenta defender-se destas acusações:

“Não há intervenção política na justiça. Se houvesse intervenção, o senhor Kasidiaris não estaria a aguardar julgamento em liberdade”, responde o ministro da Justiça, Charalambos Athanasiou.

O escândalo do vídeo surgiu no dia em que o parlamento votou o levantamento da imunidade
para os deputados do Aurora Dourada visados pela justiça. O futuro destes deputados está agora nas mãos dos tribunais.

Quanto às consequências políticas desta “guerra”, elas serão conhecidas brevemente, como lembra o nosso correspondente em Atenas, Stamatis Giannisis:

“A revelação do vídeo chegou no momento em que as intenções de voto na extrema direita começaram a baixar, na sequência das detenções dos principais líderes, acusados de atos criminais em setembro do ano passado. Mas a verdadeira consequência política de tudo isto só será conhecida daqui a dois meses quando os gregos forem chamados a votar para o Parlamento Europeu e para as eleições internas”.