Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Confrontos de adeptos destroem centro de Paris

Em leitura:

Liga dos Campeões: Confrontos de adeptos destroem centro de Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Horas antes de o Chelsea, de José Mourinho, defrontar na passada quarta-feira, no Parque dos Príncipes, o Paris Saint-Germain, a popular Rue de Saint Denis, no centro da capital francesa, foi palco de um novo confronto entre adeptos de futebol.

Tal como há cerca de três semanas, quando o PSG recebeu os alemães do Bayer de Leverkusen e cerca de 80 adeptos de ambos os clubes se envolveram numa estação de metro de Paris, desta feita adeptos do clube gaulês, alegadamente afetos à claque radical “Kop of Bolougne” (KoB), terão convocado na terça-feira à noite os também radicais “Head Hunters”, que apoiam o Chelsea, para um confronto violento no dia seguinte.

Os comerciantes da zona acabaram por ser os mais prejudicados, como contou Damien, funcionário de um dos estabelecimentos mais afetados: “Foi aqui mesmo em frente à nossa loja, foi uma luta típica, um confronto. Destruíram-nos a loja, a esplanada e também o bar à nossa frente. Atiravam tudo uns aos outros. Foi muito perturbante e até assustador. Ver uma luta daquelas foi como ver um filme, foi sangrento.”

Mais de 300 pessoas, entre ingleses e franceses, uma boa parte com idades compreendidas entre os 40 e os 50 anos, terão estado envolvidas nos confrontos desta quarta-feira, que terão durado pouco mais de 15 minutos após a intervenção pronta da polícia.

Testemunhas garantem ter ouvido alegados adeptos do Chelsea a entoar cânticos nazis e há quem garanta que o consumo de álcool terá sido um catalisador dos confrontos. O funcionário de um dos bares da Rue de Saint Denis, em Paris, garantiu mesmo que o estabelecimento terá servido mais de mil litros de cerveja a adeptos ingleses entre o meio-dia e o início dos confrontos.

Se o PSG eliminar o Chelsea, na próxima semana (os franceses venceram os ingleses, por 3-1, em Paris), a polícia francesa já fez saber estar a ponderar novo reforço do dispositivo de segurança em Paris para o jogo da meia-final da Liga dos Campeões.