Última hora

Última hora

Rússia está à beira da recessão

Em leitura:

Rússia está à beira da recessão

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia poderá entrar em recessão técnica já no segundo trimestre, no caso de se manterem as tensões geopolíticas.

Entre janeiro e março, os dados apontam para uma contração do setor industrial e dos serviços pela primeira vez desde 2010. A isto juntam-se a forte desvalorização do rublo, uma queda do investimento e a fuga de capitais, devido à crise ucraniana.

Segundo as contas do governo, a fuga de 40 mil milhões de dólares corresponde à perda de 1% do PIB.

Interrogada sobre os efeitos da anexação da Crimeia pela Rússia, Christine Lagarde, diretora geral do FMI, defende que “tem havido consequências. Há um fluxo significativo de capitais da Rússia para outras partes do mundo. Os investidores reconhecem quando chegou o momento de partir”.

Sob efeito das sanções e dos problemas de base da economia, nos primeiros três meses do ano, a Rússia perdeu 70 mil milhões de dólares, quando o governo previa 100 mil milhões no conjunto dos 12 meses.

Os números obrigaram o ministro da Economia a baixar, esta quinta-feira, as previsões de crescimento de 1,4% para 0,6%.