Última hora

Última hora

Rússia volta a aumentar preço do gás cobrado à Ucrânia

Em leitura:

Rússia volta a aumentar preço do gás cobrado à Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Em plena crise entre Moscovo e Kiev, a Rússia decidiu aumentar fortemente, pela segunda vez em três dias, o preço do gás vendido à Ucrânia.

Na sequência de um encontro com o primeiro-ministro Dmitri Medvedev, o diretor-geral do gigante russo Gazprom anunciou uma subida de 26 por cento. O preço dos mil metros cúbicos subirá assim para 354 euros, um dos mais elevados valores aplicados aos países europeus.

Consciente da crise económica e da forte dependência do país vizinho, que cobre mais de metade das suas necessidades com o gás russo, Moscovo instou também a Ucrânia a reembolsar o mais rápido possível a dívida energética, que atinge já os 1600 milhões de euros.