Última hora

Última hora

The Corner: CR7 iguala recorde e Mourinho em apuros na "Champions"

Em leitura:

The Corner: CR7 iguala recorde e Mourinho em apuros na "Champions"

Tamanho do texto Aa Aa

Cristiano Ronaldo foi uma das principais figuras da primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, disputadas terça e quarta-feira desta semana. A realizar o centésimo jogo na prova, o avançado do Real Madrid carimbou a goleada sobre o Borussia de Dortmund com o 14.o golo na presente edição da competição.

Com este remate certeiro de pé esquerdo, CR7 igualou o recorde de golos numa só época na Liga dos Campeões que pertence ao argentino Lionel Messi, do Barcelona, desde 2011/12 e ao brasileiro José Altafini, que o atingiu há 51 anos ainda, claro, na antiga Taça dos Campeões Europeus, ao serviço do AC Milan.

Ronaldo, entretanto, foi substutído aos 80 minutos da receção ao Borussia devido a um problema no joelho esquerdo lesão. Saiu a coxear, mas a lesão não é grave e e bem possível que o capitão da Seleção Nacional não só jogue terça-feira em Dortmund, na segunda mão dos quartos -de-final da Liga dos Campeões, como poderá estar presente na visita do Real Madrid à Real Sociedad, no sabado, a contar para a Liga Espanhola.

José Mourinho, por seu turno, voltou ao estádio onde se estreou pelo Chelsea há quase 10 anos nas provas europeias, mas desta feita não repetiu a vitória de 2004. Agora sem portugueses O Chelsea foi derrotado pelo Paris Saint-Germain, no Parque dos Príncipes, por 3-1, e tem vida difícil para a receção aos franceses na próxima terça-feira, em Stamford Bridge, ainda que já se saiba que o sueco Zlatan Ibrahimovic, a grande estrela dos gauleses, seja baixa certa por lesão.

Um golo de Ezequiel Lavezzi logo a abrir, um auto golo de David Luiz já na segunda parte e uma obra de arte de Javier Pastore nos descontos deixam os franceses com uma boa vantagem para a segunda mão. Apesar de ter a seu favor o golo marcado fora por Eden Hazard, José Mourinho não ficou contente com o resultado desta primeira mão: “O jogo estava controlado. Estivemos perto de fazer o 2-1 à beira do intervalo, o que teria sido, claro, fantástico para a segunda mão. Na segunda parte, não voltámos a marcar, fizemos um auto golo e acima disso aquele terceiro golo… foi para rir.”

Nani vê empate do banco
Para aqueles, entretanto, que pensavam que a visita dos campeões europeus, o Bayern de Munique, ao Manchester United seria um passeio, temos a dizer-lhes que se enganaram. Apesar da crise que atravessa na Liga inglesa, os “red devils” – com Nani no banco – bateram-se bem diante da máquina alemã conduzida esta época de forma quase imparável pelo espanhol Pep Guardiola.

Apesar de tudo, o United foi incapaz de evitar que Bastian Schweinsteiger, já na segunda parte, igualasse o golo inaugural de Nemanja Vidic marcado antes do intervalo. Com o empate, o Bayern colocou-se em vantagem para a segunda mão, em Munique, devido ao golo marcado fora de portas – o 0-0 na Alemanha será suficiente aos bávaros.

Guardiola ficou feliz, sobretudo com a exibição do Bayern: “Vamos tentar decidir a eliminatória em Munique, mas estou feliz pela nossa exibição. Tivemos 70 por cento de posse de bola e 15 chances de golo. Conseguir isto não é fácil.”

Tal como o Bayern, o Atlético de Madrid também deixou Barcelona com um empate e a vantagem de ter marcado um golo na casa do adversário. Pelo quarto jogo consecutivo entre os atuais primeiros classificados da Liga espanhola (o Real Madrid segue em terceiro), houve uma igualdade. Destaque, na partida desta terça-feira, para o golaço assinado pelo brasileiro ex-FC Porto Diego, a abrir o marcador para os “madrilenos.”

O treinador Diego Simeone ficou “orgulhoso” com a entrega ao jogo do Atlético de Madrid: “Estou contente por algo que me parece determinante. Deixa-me feliz ter comigo um grupo de jogadores que joga com um grande coração. Para lá do resultado desta primeira mão e do que acontecer na segunda, este jogo deixou-me cheio de orgulho enquanto treinador. Ponho-me na pele dos adeptos do atlético de Madrid e tenho a certeza que eles pensam como eu.”

Confira aqui todos os resultados da presente edição da Liga dos Campeões.