Última hora

Última hora

EUA: Relatório do Senado sobre a "brutalidade" da CIA vai ser divulgado

Em leitura:

EUA: Relatório do Senado sobre a "brutalidade" da CIA vai ser divulgado

Tamanho do texto Aa Aa

Parte do relatório do Senado norte-americano sobre as brutais técnicas de interrogatório da CIA no pós-11 de setembro e a forma como os Serviços Secretos enganaram o governo deverá ser tornado público em breve.

Por 11 votos contra 3, o Comité de Vigilância dos Serviços Secretos aprovou a desclassificação de 480 páginas com descobertas “chocantes” sobre o programa secreto de interrogatórios da CIA, informou a presidente do Comité.

Dianne Feinstein considera que o “relatório expõe uma brutalidade que contrasta claramente com os valores (dos Estados Unidos) enquanto nação. Relata uma nódoa na nossa história que nunca mais se pode permitir que aconteça”, concluiu a senadora democrata.

As conclusões e o sumário executivo do relatório com mais de 6800 páginas vão agora ser enviadas para a para o Presidente.

Barack Obama terá de desclassificar formalmente o documento, que ainda passará pela censura antes de ser divulgado. O relatório concluiu que a CIA enganou o governo dos Estados Unidos sobre a eficácia dos “métodos agressivos” de interrogatório, práticas de tortura que foram banidas por Obama quando chegou à Casa Branca.