Última hora

Última hora

Gás: Ucrânia ameaça Rússia com tribunais

Em leitura:

Gás: Ucrânia ameaça Rússia com tribunais

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia vai recorrer aos tribunais se a Rússia não rever o aumento de quase o dobro do preço do gás vendido a Kiev. O presidente da empresa de gás estatal russa Gazprom justificou o aumento com uma grande divida que a Ucrânia tem por liquidar.

“11,4 mil milhões de dólares é a soma que o governo russo não recebeu. A Rússia estava a pagar pela frota do mar negro na Ucrânia e a prolongar o acordo, significa que a Rússia estava a pagar em adiantado”, afirmou Alexei Miller.

O primeiro-ministro ucraniano Arseni Yatseniuk não tem dúvidas de que se trata de uma medida… política. “Não é um preço económico mas sim político. A Rússia não conseguiu invadir a Ucrânia através da agressão militar, por isso, agora, concretizam o plano através da agressão económica através do gás”, declarou.

Nos últimos dias o preço do gás russo vendido à Ucrânia passou dos 268 para os 485 dólares por 1000 metros cúbicos.

Kiev assegurou que não tenciona realizar ações sobre o gás russo que transita no seu território para os países da União Europeia.