Última hora

Última hora

Itália: Réplicas do sismo de L'Aquilla na forma de escândalos de corrupção

Em leitura:

Itália: Réplicas do sismo de L'Aquilla na forma de escândalos de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco anos depois a reconstrução da pequena cidade italiana de L’aquilla ainda está por concluir. Por todo lado existem ainda marcas do sismo com uma magnitude de 6,3 graus na escala de rischter que matou 308 pessoas e feriu outras 1600.

Este domingo assinala-se o quinto aniversário da tragédia, altura para recordar os que partiram e o que é agora L’Acquilla. “É muito triste, muito, muito triste. Aqui existiam imensas pequenas lojas e agora é uma cidade fantasma. Literalmente uma cidade fantasma”, diz um habitante.

Com ajuda da União Europeia, as autoridades italianas gastaram até agora mais de 8 mil e 500 milhões de euros. Volvidos cinco anos, as réplicas surgem na forma de inúmeros escândalos de corrupção.

“Após investigações judiciais, parece que o vice-presidente da câmara recebeu um presente de natal de 10 mil euros dentro de um embrulho de uma garrafa de água ardente. Quando existe corrupção os custos sobem entre 30 a 40 por cento”, revela o jornalista Giuseppe Caporale.

De acordo com uma auditoria europeia, 4500 apartamentos custaram mais 158 % do que o preço de mercado.