Última hora

Última hora

Malásia: Corrida contra o tempo para encontrar caixas negras do MH370

Em leitura:

Malásia: Corrida contra o tempo para encontrar caixas negras do MH370

Tamanho do texto Aa Aa

Os sinais semelhantes aos emitidos pelas caixas negras do desaparecido Boeing 777 da Malaysia Airlines, detetados Oceano Índico, reavivam a possibilidade de se encontrar o avião mas os australiano alertam contra as falsas esperanças.

Os sinais de curta duração com uma frequência de 37.5 quilohertz foram escutados duas vezes por uma embarcação chinesa e mais tarde por um navio australiano.

A prioridade é agora estabelecer com rigor a origem das novas pistas para poder eventualmente recuperar as caixas negras e os destroços, caso se confirme que se tratam mesmo do destino final do voo MH370, desaparecido há um mês.

Mas é uma tarefa difícil, pois os aparelhos podem estar a mais de 4 mil metros de profundidade.

Estão envolvidos nas buscas dois submarinos, 13 navios, 10 aviões militares e duas aeronaves civis.

Trata-se de uma corrida contra o tempo, estima-se que as baterias das caixas negras se esgotem este fim-de-semana, tornando as buscas quase impossíveis.