Última hora

Última hora

A vida dos lémures em Madagáscar

Em leitura:

A vida dos lémures em Madagáscar

Tamanho do texto Aa Aa

Filmado em 3D, o filme a “Ilha dos Lémures” retrata, de forma poética, a vida dos pequenos mamíferos endémicos do sul de Madagáscar.

A espécie encontra-se ameaçada de extinção. A película descreve os esforços da investigadora norte-americana Patricia Wright para preservar os lémures.

“Temos um animal extraordinário chamado Indri. É o maior lémur em vida.É um cantor incrível, como um cantor de ópera”, afirma a investigadora da Stony Brook University.

“Os Sifakas são os lémures bailarinos. Podem descer ao solo e executar danças elegantes e podem saltar de árvore em árvore, dão saltos enormes, são animais maravilhosos”, acrescenta a especialista.

“Todos estes lémures têm uma coisa em comum, seja o mais pequeno ou o maior. É sempre a fémea que domina, elas são líderes, são elas que escolhem os locais e a comida e decidem onde ficam instalados”, relata Wright.

O filme acaba de chegar às salas de cinema nos Estados Unidos e não tem data de estreia anunciada na Europa.