Última hora

Última hora

Forças ucranianas repõem ordem na cidade de Kharkiv

Em leitura:

Forças ucranianas repõem ordem na cidade de Kharkiv

Tamanho do texto Aa Aa

A situação na cidade de kharkiv, no leste da Ucrânia, já está sob o controlo das forças ucranianas. Esta manhã, Kiev desencadeou aquilo a que chamou uma operação militar de “combate ao terrorismo”.

Cerca de 70 pessoas foram detidas, entre os manifestantes pró-russos que ocupavam o edifício da assembleia regional.

Ao mesmo tempo o parlamento aprovava uma lei para conter as lutas separatistas. De acordo com o diploma, um indivíduo que atente contra a integridade territorial da Ucrânia será punido com três a cinco anos de prisão; as ações em grupo serão punidas com dez anos e, se houver vítimas, a pena sobe para 15 anos.

A lei agora aprovada não conseguiu demover o fervor pró-russo na cidade de Donetsk:
“Espero lealdade por parte das pessoas que me estejam a ver agora, porque nós não vamos abandonar este local até que seja feito o referendo”, afirma um cidadão.

Outro, exprime:
“Espero que tenhamos uma Ucrânia unida, mas enquanto estado federado”.

O governo ucraniano denuncia um plano russo para “invadir” o seu território. Os Estados Unidos ameaçam com novas sanções contra a Rússia, ao mesmo tempo que propõem um “diálogo direto” no espaço de 10 dias entre Washington, Moscovo, Kiev e Bruxelas para tentar solucionar a crise.