Última hora

Última hora

Alemanha: Reequilíbrio comercial em curso

Em leitura:

Alemanha: Reequilíbrio comercial em curso

Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha, em fevereiro, as importações atingiram o nível mais elevado em décadas mas as exportações recuaram mais do que o previsto.

Segundo os dados ajustados de variações sazonais, as importações subiram 0,4% para 77,6 mil milhões de euros. É o nível mais elevado desde o início das estatísticas federais em 1991.

Já as exportações recuaram um 1,3%, contra os 0,5% esperados. Os analistas evocam a turbulência nos mercados emergentes e a crise na Crimeia.

A Alemanha continua a ter excedentes da balança comercial e da conta corrente, alvo de críticas de Bruxelas. Em fevereiro, o excedente comercial atingiu 15,7 mil milhões de euros contra 17,3 mil milhões no mês anterior.

A subida das importações aponta para um dinamismo crescente do consumo alemão.

Berlim conta com a procura interna para impulsionar o crescimento este ano, mas isso reflete-se também no aumento das exportações de outros países da zona euro.

As importações alemãs da zona euro aumentaram 8,4% em termos anuais.