Última hora

Última hora

Uma variante mais agressiva do Ébola ataca África Ocidental

Em leitura:

Uma variante mais agressiva do Ébola ataca África Ocidental

Tamanho do texto Aa Aa

O surto de Ébola, na África Ocidental, é um dos maiores desafios, desde que a doença apareceu há 40 anos, segundo a Organização Mundial de Saúde. O número de mortos, no continente, é já de 111. A propagação da epidemia, que eclodiu no sul da Guiné-Conacri, é um dos maiores problemas que se enfrenta neste momento, já atingiu a Libéria e, há casos suspeitos na Serra Leoa e Mali:

“Este é um dos focos mais difíceis de Ébola que jamais enfrentámos porque vemos uma grande dispersão geográfica dos casos”, afirma Keiji Fukuda, Diretor-geral adjunto da OMS.

O vírus é altamente contagioso, o isolamento dos pacientes é a única maneira de quebrar a cadeia de transmissão. Não há nenhuma vacina ou tratamento:

“Somos confrontados com a variante mais agressiva do Ébola que mata nove pessoas em dez”, explica Michel Van Herp, dos Médicos Sem Fronteiras franceses.

O vírus Ébola foi identificado, pela primeira vez, em 1970, naquela que é hoje a República Democrática do Congo. O maior surto ocorreu em 2000, no Uganda.