Última hora

Última hora

NATO avisa Rússia que é preciso retirar tropas da Ucrânia para iniciar o diálogo

Em leitura:

NATO avisa Rússia que é preciso retirar tropas da Ucrânia para iniciar o diálogo

Tamanho do texto Aa Aa

A NATO pediu a Moscovo que retire as tropas da Ucrânia, na mesma altura em que dois navios, um americano e um francês, se dirigem ao Estreito de Bósforo, próximo da Crimeia, segundo os media estatais turcos.

Rússia, Estados Unidos, Ucrânia e União Europeia reúnem-se, na próxima semana, em Genebra, mas o Secretário-geral da Aliança Atlântica já avisou:

“Há 40 mil soldados russos, estacionados ao longo das fronteiras da Ucrânia. Eles não estão a fazer exercícios estão prontos para o combate. Se a Rússia quer, de facto, dialogar, o primeiro passo é fazer recuar as suas tropas.”

A NATO prepara-se para rever o acordo de 1997, sobre cooperação com a Rússia, e a declaração de Roma, de 2002, que impossibilitava a criação de bases suas na Europa Oriental e Central.

Por seu lado, a Rússia acusa a NATO de usar a crise na Ucrânia para justificar uma ameaça imaginária.