Última hora

Última hora

Rússia sem direito de voto no Conselho da Europa por causa da Crimeia

Em leitura:

Rússia sem direito de voto no Conselho da Europa por causa da Crimeia

Tamanho do texto Aa Aa

A Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa aprovou, esta quinta-feira, a suspensão do direito de voto da Rússia até ao final de 2014, em retaliação contra anexação da Crimeia.

A resolução foi adotada por 145 votos a favor, 21 contra e 22 abstenções.

Os 18 delegados russos no conselho boicotaram o debate antes do voto.

Adreas Gross, do grupo Socialista afirma:

“É claro que o que os líderes russos fizeram foi irresponsável, é um estalo nos valores do Conselho da Europa, pode-se mesmo dizer que é um pontapé, não no estômago, mas no coração do Conselho da Europa. Os valores básicos desta organização foram violados, sem explicação, sem pedido de desculpas, sem justificação”.

A Rússia, que anexou oficialmente a Crimeia no dia 21 de março, já disse que não aceitará nenhuma sanção sem reagir. Moscovo já tinha sido privada do direito de voto por causa da segunda guerra da Chechénia.

A Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa não tem poder legislativo, mas tem como missão favorecer o diálogo entre os 47 estados membros, sobre questões ligadas à democracia e aos Direitos Humanos.