Última hora

Última hora

Ucrânia: ativistas pró-Rússia tomam mais cidades

Em leitura:

Ucrânia: ativistas pró-Rússia tomam mais cidades

Tamanho do texto Aa Aa

Ativistas pró-Rússia mantêm o controlo sobre edifícios públicos na cidade de Donetsk, no leste da Ucrânia.

A situação dura há uma semana. Este domingo um pequeno grupo de ativistas pró-Rússia deslocou-se aos locais ocupados para exigir independência de Kiev.

Mariupol no sul caiu na manhã de domingo encontrando-se agora sob controlo dos simpatizantes pró-Rússia.

Ataques em outras localidades no leste do país levaram as autoridades de Kiev a desencadear uma operação anti-terror.

O objetivo da operação é retomar o controlo sobre os edifícios tomados de assalto por grupos de ativistas pró-Rússia.

Kiev e outras potências ocidentais acusam Moscovo de incitar os distúrbios, acusações que o Kremlin rejeita.

O ministro russo dos negócios estrangeiros, Sergei Lavrov acusou Kiev de não estar à altura dos acontecimentos que ocorrem no leste do país.

O chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, referiu a possibilidade de consequências caso a Rússia retire as suas forças da fronteira.

Dirigentes ucranianos deslocam-se esta quinta-feira a Genebra para se reunirem com representantes da Rússia, Estados Unidos e União Europeia.