Última hora

Última hora

União Europeia agrava sanções à Rússia

Em leitura:

União Europeia agrava sanções à Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia reuniram-se, esta segunda-feira, no Luxemburgo, com a Ucrânia na agenda.

No final, foi decidido agravar as sanções, com o aumento da lista de cidadãos russos e ucranianos pró-Rússia, a quem serão negados vistos de entrada na União Europeia e que terão os seus bens congelados.

A condenação dos acontecimentos dos últimos dias, como disse Catherine Ashton foi unânime:

“Condenamos, sem reservas, as ações de indivíduos armados, nas cidades do leste da Ucrânia. Estas tentativas de destabilização da Ucrânia devem parar. Apoiamos fortemente a unidade, soberania e integridade territorial da Ucrânia. Apelamos à Rússia para fazê-lo também, para retirar suas tropas da fronteira ucraniana. Outras ações destinadas a desestabilizar Ucrânia também devem parar.”

O Reino Unido defendeu sempre um endurecimento da posição da União, com o agravamento das sanções..

Os Estados Unidos reservam, por enquanto, a sua posição, mas vão pedindo o apoio do G-7 para novo agravamento. Pelo menos, a França já respondeu favoravelmente.