Última hora

Última hora

Parlamento Europeu aprova União Bancária

Em leitura:

Parlamento Europeu aprova União Bancária

Tamanho do texto Aa Aa

Após longos meses de negociações, a União Bancária foi aprovada em definitivo pelo Parlamento Europeu, em Estrasburgo. Na última sessão parlamentar antes das eleições de 25 de maio, os eurodeputados, por larga maioria, votaram a favor pacote de medidas.

A eurodeputada portuguesa Elisa Ferreira, responsável pelo dossier, mostrou-se muito satisfeita pela aprovação. A socialista acredita que “a partir de agora os contribuintes não vão voltar a ser chamados a salvar os bancos”.

Esta união prevê o reforço da supervisão bancária, da criação de fundo que salvaguarde os contribuintes de futuros problemas nas instituições bancárias da zona euro e da proteção dos depósitos até 100 mil euros. O eurodeputado alemão Sven Giegold, dos Verdes, garante que o sistema ainda tem falhas e em certas casos, os contribuintes continuam a ter de pagar de pelos bancos. No Parlamento foi feito um esforço conjunto para colmatar essas falhas, tanto quanto possível, mas sobretudo França e Itália, no Conselho de Estados-membros, fizeram com que essas lacunas continuem a existir.”

O correspondente da euronews em Estrasburgo, Sandor Zsiros lembra que “muitos acreditam que o acordo sobre o novo mecanismo de resolução bancária é a maior conquista desta sessão do Parlamento Europeu, mas o pacote de reformas financeiras ainda não está terminado: a decisão sobre o fundo de garantia, que salvaguarda o dinheiro dos depositantes, só vai ser tomada depois das eleições europeias”.