Última hora

Última hora

Portugal reduz austeridade em 2015

Em leitura:

Portugal reduz austeridade em 2015

Tamanho do texto Aa Aa

Em Portugal, a austeridade será menos severa em 2015.

Num conselho de ministro extraordinário, o governo decidiu que são necessárias medidas equivalentes a 0,8% do PIB, ou seja, 1,4 mil milhões de euros, para reduzir o défice público de 4% para 2,5%.

O governo descarta um aumento de impostos, mas mantém as medidas extraordinárias para o setor da energia, telecomunicações e finanças, tal como as medidas em termos de salários e pensões de funcionários públicos.

A austeridade vai centrar-se na redução de custos, com fusões e reestruturações de empresas públicas, na redução de custos com consultoria e na redução do número de funcionários, através de aposentações e rescisões amigáveis.

Além disso, o executivo de Passos Coelho prevê uma melhor execução orçamental, um crescimento económico em alta (1,5% em 2015 contra 1,2% este ano) e uma taxa de desemprego de 14,8%.

O pacote é essencial para concluir a 11/a penúltima avaliação da “troika”.

O défice nacional ficou, em 2013, nos 4,9% e este ano Lisboa tem de o reduzir para 4%.