Última hora

Última hora

Coreia do Sul: centenas de passageiros permanecem desaparecidos

Em leitura:

Coreia do Sul: centenas de passageiros permanecem desaparecidos

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 290 estudantes permanecem desaparecidos em consequência do naufrágio de um ferry ao largo da Coreia do Sul.

A bordo seguiam 462 pessoas incluindo a tripulação.

Cento e setenta e quatro pessoas teriam sido resgatadas e transportadas para um centro de acolhimento.

As autoridades confirmaram pelo menos 3 mortos.

O ferry efetuava a ligação entre o porto de Incheon e a ilha de Jeju, no sul da península, onde os estudantes se deslocavam para uma visita de estudo.

O alarme foi dado durante a manhã desencadeando uma operação de salvamento de grande envergadura.

“Houve um anúncio que nos aconselhou a ficarmos quietos embora o ferry já se estivesse a afundar. Alguns dos estudantes não conseguiram escapar” disse um dos estudantes resgatados.

Peritos afirmam que muitos dos passageiros podem ter ficado presos no interior da embarcação.

Autocarros recolheram as famílias das vítimas levando-as para um centro de acolhimento situado numa ilha próxima ao local do naufrágio.

As razões por detrás do naufrágio permanecem por explicar. Testemunhas afirmam que sentiram um impacto seguido de um enorme ruído.

Trata-se do maior desastre marítimo ocorrido na Coreia do Sul em mais de 20 anos.

Dramatic rescue up close: Sinking S. Korea ferry