Última hora

Última hora

Soldados ucranianos obrigados a depor as armas frente a multidão pró-russa

Em leitura:

Soldados ucranianos obrigados a depor as armas frente a multidão pró-russa

Tamanho do texto Aa Aa

A cerca de 30 km de Slovyansk, em Pcholkiné, soldados ucranianos foram, esta quarta-feira, humilhados perante uma multidão pró-russa, frente à qual foram obrigados a depor as armas, constatou o repórter da euronews no local.

O render ocorreu ao final do dia, depois de a coluna militar, formada por 14 tanques BMD, ter sido bloqueada pelos populares pró-russos, de forma pacífica.

Os militares, fiéis ao novo governo de Kiev, avançavam em direção a Kramatorsk, cujo aeródromo militar tinha sido controlado, na véspera, pela recém-formada Guarda Nacional Ucraniana.

Durante uma boa parte do dia, os soldados limitaram-se a esperar ordens. Enquanto a multidão separatista entoava o nome da região: Donbass, Donbass.

Este foi um rude golpe para Kiev, que tenta retomar o controlo das cidades do Leste do país, cada vez mais nas mãos de separatistas, como explica o nosso correspondente, Sergio Cantone: “As forças de segurança ucranianas, o exército ucraniano, foram bloqueados pela resistência passiva da multidão enquanto as cidades e os centros urbanos da região continuam a cair sob controlo das forças pró-russas.”