Última hora

Última hora

Jornalistas raptados na Síria regressam a casa dentro de horas

Em leitura:

Jornalistas raptados na Síria regressam a casa dentro de horas

Tamanho do texto Aa Aa

Chegou ao fim o cativeiro para os quatro jornalistas franceses raptados há 10 meses na Síria.

Os homens que se encontram na Turquia são esperados, este domingo, em Paris.

Os jornalistas que foram sequestrados em diferentes cidades sírias terão passado os últimos meses nas mãos do Estado Islâmico do Iraque e Levante.

Foram libertados este sábado e encaminhados até à fronteira com a Turquia.

Familiares e amigos não escondem a emoção.

“Tínhamos esperança e sinais de que havia um processo em curso que poderia dar frutos. Mas também sabíamos que era muito difícil e não esperávamos resultados tão depressa” afirma o pai de Nicolas Henin.

“Foi uma enorme surpresa, uma grande alegria com muitas lágrimas à mistura e muita emoção” adianta Claire Bisquerra, irmã de Pierre Torres.

Sentimentos partilhados pelos colegas de trabalho.

“Nunca duvidamos que os iríamos voltar a ver só não sabíamos quando e em que condições. Sentimos, por isso, um enorme alívio” refere o diretor da Europe 1

Desconhecem-se para já as condições em que foram libertados

Os jornalistas já desmentiram ter sido encontrados na Turquia de mãos atadas e olhos vendados e garantem ter atravessado a fronteira pelo próprio pé.