Última hora

Última hora

Ucrânia: Poder para as regiões e o russo língua oficial na constituição

Em leitura:

Ucrânia: Poder para as regiões e o russo língua oficial na constituição

Tamanho do texto Aa Aa

Mais poder para as regiões ucranianas de maioria russa e o reconhecimento do russo como idioma oficial onde é amplamente falado foram as promessas do primeiro-ministro e do presidente interinos da Ucrânia. Na tentativa de convencerem os ativistas pró-Rússia do leste do país a regressar às suas casas, indicaram que as disposições ficarão firmadas numa nova constituição.

“O governo ucraniano está preparado para realizar uma reforma constitucional detalhada de forma a assegurar o poder das regiões, daremos um estatuto especial à língua russa e defendê-la-emos”, declarou o Arseniy Yatsenyuk.

Os ativistas pró-Rússia mantém-se armados e continuam a ocupar edifícios públicos no leste do país. Já antes tinham feito saber que o acordo assinado em Genebra entre Kiev, Moscovo, Bruxelas e Washington, não lhes dizia respeito.

Aguarda-se uma reação à proposta constitucional, associada a uma amnistia aos envolvidos no braço de ferro com o governo central ucraniano.