Última hora

Última hora

Europeus aderem à guerra santa na Síria

Em leitura:

Europeus aderem à guerra santa na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Acabam de ser libertados depois de 10 meses de cativeiro na Síria. Os jornalistas franceses que, este domingo, chegaram a Paris confirmam que há pessoas de todo o mundo envolvidas na guerra síria.

Portugueses e ingleses responderam ao apelo de grupos extremistas, mas não são os únicos como explica o ministro do Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius:

“Há franceses, belgas, italianos e todo um conjunto de europeus. Muitos franceses partiram para a Síria e aderiram à guerra santa.”

Um relatório das Nações Unidas aponta para quatro tipos de grupos na Síria: nacionalistas democráticos, islamitas sírios, nacionalistas curdos e radicais. Os últimos são considerados responsáveis por vários crimes de guerra.

De acordo com os serviços secretos britânicos pelo menos três portugueses terão partido de Inglaterra para a Síria.

Estima-se que no total uma dezena de portugueses possam estar ligados à Al Qaeda e a outros grupos radicais a operar no país.