Última hora

Última hora

Festa do Benfica em destaque na jornada europeia

Em leitura:

Festa do Benfica em destaque na jornada europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Esta é a décima quinta etapa da nossa viagem pelos campeonatos de futebol na Europa.

Começamos com a alegria do Benfica, que se tornou campeão de Portugal, a duas jornadas do fim. As águias podem agora concentrar-se na meia-final da Liga Europa, depois do bis assinado por Lima contra o Olhanense. É o trigésimo terceiro título para o clube lisboeta, com um gosto a desforra, depois do campeonato perdido no penúltimo jogo, na época passada.

Do outro lado da fronteira, em Espanha, os jogos ainda não acabaram. O Atlético de Madrid conseguiu uma oitava vitória consecutiva e está mais próximo do título que lhe escapa há 18 anos. Os “colchoneros” sofreram contra o Elche, mas recuperaram depois do penálti falhado de Villa, graças aos golos de Miranda e Diego Costa.

O Barcelona correu riscos ainda maiores, em casa contra o Athletic Bilbao, depois de três derrotas consecutivas, que os eliminaram da Liga dos Campeões e da Taça do Rei. A perder, em apenas três minutos o Barcelona passou para a frente do marcador. Messi, de penálti, fez o golo da vitória, que mantém os catalães na luta pelo título.

O Barcelona está a quatro pontos do Atlético. O Real Madrid está a seis. O clube descansou, tendo em vista a meia-final da Liga dos Campeões e depois da vitória na Taça do Rei, contra o Barça, graças ao golo de Bale. Os merengues podem ainda sonhar com o “triplete”.

Vamos agora até à Alemanha, onde o Borussia Dortmund mantém o segundo lugar na Bundesliga. Os amarelo-e-negros derrotaram o Mainz no sábado, por 4-2 e puderam no domingo assistir à derrota do Schalke 04.

O Schalke perdeu terreno na liga alemã, com a derrota em Estugarda.

O austríaco Martin Harnik fez o 1-0 para os da casa, ao minuto 23. Já na segunda parte, Cacau faz o segundo do Estugarda. O 3-0 foi assinado novamente por Harnik, a cruzamento do japonês Gotoku Sakai.

Adam Szalai reduziu a desvantagem a 20 minutos do fim, mas não evitou a derrota do Schalke por 3-1.

A três jogos do fim, o Schalke tem menos seis pontos que o Borussia e está ameaçado pelo Bayer Leverkuen, vencedor em Nuremberga.

Vamos agora até Roterdão, onde o Ajax perdeu, com surpresa, a Taça da Holanda, derrotado pelo PEC Zwolle. O jogo foi interrompido por duas vezes, por causa de objetos pirotécnicos atirados para o relvado.

O Zwolle é o vencedor da Taça da Holanda. Mas foi o Ajax a abrir o marcador, com Ricardo van Rhijn a encher o pé e fazer o 1-0 logo aos dois minutos de jogo. Nesta altura, ninguém adivinhava a goleada do Zwolle que vinha aí.

Ryan Thomas empatou ao minuto 7 e fez o 2-1 aos 11 minutos. O Zwolle chegou mais três vezes à baliza do Ajax, com dois golos de Guyon Fernández e com Bram van Polen, ao minuto 50, a fechar a contagem em 5-1.

Fechamos com o Paris Saint-Germain, que ganhou o primeiro troféu da época. A equipa de Laurent Blanc venceu a Taça da Liga francesa, ao derrotar o Lyon na final, no Stade de France, com um bis de Edinson Cavani.

Os parisienses vingaram-se assim a derrota em Gerland para a liga. Este foi o quarto triunfo nesta competição, um recorde.